loader

UPAC

Pirapora

Na busca pelo novo e com um olhar sempre à frente, este ano foi inaugurada a planta de Pirapora do Bom Jesus para transformação de resíduos em energia. Com uma linha de produção informatizada, energeticamente verde, mecanizada e sem qualquer interferência manual durante o processo, aliamos tecnologia de ponta a equipamentos especiais para garantir a qualidade superior de blends que atendem aos rígidos padrões das cimenteiras.


UPAC

A UPAC - Unidade de Produção Alternativa de Combustível, fruto de um profundo estudo acadêmico, utiliza um reator norte-americano, autossustentável energeticamente, que, em um ambiente de alta temperatura e baixíssimos níveis de oxigênio, converte cadeias carbônicas presentes nos resíduos em cadeias menores, concentrando a energia na forma de combustíveis como carvão, óleo e gás, sem destinação em aterros e atendendo às exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Assim, contribuímos para a redução das emissões de gases de efeito estufa, que são os grandes responsáveis pelo aquecimento global.

O método ainda elimina completamente a identificação dos materiais tratados, encerrando a responsabilidade jurídica ambiental do gerador, uma vez que transforma resíduos em produtos, um benefício exclusivo da Silcon às marcas e clientes, traduzido em segurança máxima e ganhos em sustentabilidade, imagem e reputação corporativa.

Coprocessamento

O processo

Tecnologia 100% limpa que promove o reaproveitamento de grandes quantidades de resíduos industriais como fonte de energia ou matéria-prima, sem geração de passivos ambientais em aterros sanitários.

A Silcon faz a blendagem para co-processamento, que consiste na preparação de resíduos sólidos, líquidos e pastosos, em equipamentos de ultima tecnologia, afim de se obter um produto final chamado Blend, que é enviado para fábricas de cimentos onde é introduzido em fornos de fabricação, como forma de substituição energética ou incorporação à matéria-prima (co-processamento).

Para que seja possível operar de forma segura e preparar um blend que atenda às rigorosas caracteristicas físico-quimicas exigidas pelas cimenteiras , uma planta de blendagem deve estar dotada de equipamentos de alta tecnologia e profissionais com extenso know-how.


Diferenciais da Silcon

A Silcon não utiliza intermediários no processo, e possui parque industrial próprio desde o ano 2006, sendo uma das empresas do mercado com maior know-how em co-processamento.

Seu laboratório, localizado na própria planta de blendagem, está acreditado pela norma NBR 17025, e, portanto, pode garantir de forma efetiva, e em atendimento à CETESB, as características dos resíduos recebidos e a qualidade do blend que é enviado para a cimenteira.

Com estrutura operacional de grande porte e sistema informatizado de rastreabilidade, a Silcon garante o correto processamento dos resíduos e sua chegada até às fábricas de cimento, fornecendo aos seus clientes certificado de destinação final elaborado pelo destino final.

As cimenteiras com as quais a Silcon possui licença e para as quais envia seus blends são:

Todo o processo acontece em planta industrial licenciada pelos órgãos competentes, e atende plenamente a legislação ambiental, incluindo Resolução Conama nº 264.


Fluxo básico de trabalho

fluxo-coprocessamento


Resíduos que podem ser co-processados

– Residuos Sólidos, Liquidos e Pastosos excetos organoclorados, domiciliares brutos e de serviços de saúde

img_proposta_grande
Voltar